DICAS PARA A SALA DE AULA

 

 Segundo Sandra Rief (2001), especialista em Educação Especial e Recursos de Aprendizagem, algumas condições pré-existentes podem desencadear problemas para portadores de TDAH na sala de aula, estas condições podem ser:

            Físicas: fatores internos como fadiga, fome, desconforto físico etc.

            Meio ambiente: barulho, posição da carteira, localização da sala, etc.

            Atividade ou evento específico: alguma coisa frustrante, tediosa, inesperada, superestimulante.

            Tempo específico: hora do dia, dia da semana.

            Demonstração de habilidade ou necessidade de atuação: no comportamento nas relações sociais na produção acadêmica (expectativa de fazer algo difícil, desagradável ou que provoque ansiedade).

            Outras: interação negativa com alguém ser alvo de brincadeiras ou provocações etc.

            Com o objetivo de prevenir problemas na sala de aula, o professor deve procurar alterar essas condições pré-existentes. Algumas sugestões:

Usar voz calma, bem como uma tranqüila linguagem corporal - requisitar, redirecionar e corrigir de maneira eficiente e respeitosa.

PERFIL ACADÊMICO COMUM

  Leitura:

 

  Linguagem escrita:    

  Matemática:  

Habilidades de estudo/organizado:  

TALVEZ NÓS PRECISAMOS MODIFICAR  

SETE ELEMENTOS CHAVE PARA O SUCESSO  

1º Conseguindo e mantendo atenção:  

2º Administração na sala de aula:

3º Aprendizado participativo e oportunidades de respostas:  

- uso de parceiros;

- membros do grupo tem papéis determinados;

- responsabilidade e auto monitoria.

4º Organização e habilidades de estudo:  

5º Instrução multisensorial e acomodação para estilos de aprendizado:

6º Modificação na produção escrita:

7º Práticas de colaboração

O QUE MANTER EM MENTE COM ALUNOS QUE SÃO UM DESAFIO  

ESTRATÉGIAS PARA ATRAIR A ATENÇÃO E PARTICIPAÇÃO DOS ALUNOS

Quando feito uma pergunta os alunos escolhem o cartão que melhor responde a pergunta.

ESTRATÉGIAS E SUPORTES PARA LIDAR COM PROBLEMAS SOCIAIS E EMOCIONAIS  

ENCORAJAMENTO E APRECIAÇÃO

Vanda Rambaldi

Psicóloga

Autora Consultada: Sandra Rief

Voltar